AO VIVO:

Carregando

Carregando

Carregando

"Vou para dentro dele", diz Francimar Bodão sobre luta com Darren Stewart

Foto reprodução Globo EsporteNa reta final de treinos para voltar ao octógono no UFC Fight Night 100, dia 19 de novembro, no ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, o lutador acreano Francimar Bodão deixou um recado para o rival da vez, o inglês Darren Stewart, o Dentista. Treinando há mais de um mês para o combate, ele avisa que vai com tudo para buscar uma nova vitória e se recuperar da derrota para Nikita Krylov, em maio, em Roterdã, na Holanda, no UFC Fight Night 87.

- Me preparei bastante para essa luta. Finalizei um camp para lutar em Houston (EUA), mas não aconteceu a luta pois meu oponente se machucou. Depois de uma semana aqui no Rio (de Janeiro) me mandaram essa próxima luta. É um cara bem duro, forte, inglês que vem de sete vitórias, a maioria delas por nocaute. Não mudei nada na preparação, até porque é bem parecido com o último oponente que eu ia lutar. A expectativa é a de sempre, chegar lá e fazer uma boa luta, dar o que o público gosta, um bom espetáculo. Acho que isso já fico realizado. A vitória é consequência. Pretendo sair com a vitória, vou dar o meu melhor mais uma vez e vou para dentro dele do começo ao fim, pode ter certeza - declara.


Bodão conta que tem mais uma semana de treino forte no Rio de Janeiro. Na próxima, viaja para São Paulo e foca na perda de peso. Ele garante que está tranquilo e espera contar com o apoio da torcida acreana em peso no novo desafio.

- Estou focado, bem tranquilo, a cabeça está boa. Quero pedir o apoio de todos os meus familiares acreanos, meus irmãos, conterrâneos, que sempre estão torcendo por mim. Sei que tem uma galera grande que me apoia, que gosta e acredita no meu trabalho. Que continuem torcendo, mandem energias positivas que vamos sair com essa vitória, levar para o nosso estado. Não cheguei no UFC à toa. Foi para representar bem nosso estado e isso que tento fazer todo dia que acordo. Trabalhar para representar bem meu estado, meu país, e me manter bem dentro da organização do UFC. É isso que preciso, mas também preciso muito do apoio de todos, mandando essa energia positiva. Um abraço a todos os acreanos. Estou morrendo de saudades do Acre - afirma o atleta que deve retornar ao estado natal após a luta em São Paulo.

Nascido no município de Xapuri, a 188km de Rio Branco, capital acreana, Francimar Bodão tem 36 anos, 18 vitórias e cinco derrotas na carreira como lutador de MMA.

  • COMPARTILHE
VEJA TAMBÉM

ENVIE SUA MENSAGEM

Peça sua música ou mande um recado para os locutores