AO VIVO:

Carregando

Carregando

Carregando

RB Leipzig inova com punições aos jogadores e cria 'roleta da fortuna'

O RB Leipzig tem chamado bastante atenção na Alemanha, seja por sua ascensão rápida nas últimas temporadas ou por ser um ‘clube empresa’ que não é bem visto no país. Porém, nessa semana o clube se destacou por uma ideia criativa e que virou uma de muitas punições.

Ralf Rangnick é o atual treinador do Leipzig e, para manter a ordem e disciplina entre os jogadores, criou um método curioso de punições por meio de uma ‘roleta da sorte’. Funciona da seguinte maneira, a cada vez que um atleta passar do peso ideal, se atrasar nos treinos, usar celular em momento impróprio ou outras questões de disciplina as penas serão aplicadas.

Segundo o Bild, o treinador acredita que o método de penas em dinheiro não resolve a questão com os atletas “Multas raramente adiantam. Incomoda mais os jogadores se eles ficarem com menos tempo livre”, explicou Rangnick ao jornal alemão.

A ideia da roleta veio do assistente técnico. Com senso de humor, o treinador pretende provar o senso de responsabilidade de sua equipe. Na roda existem 12 prendas diferentes. Veja abaixo cada uma delas:

  1. Sorte: o jogador passará impune pela contraversão;
  2. Ser guia turístico do estádio por uma hora;
  3. Atuar como assistente na loja do clube por três horas;
  4. Treinar um dos times de base em um dia de folga;
  5. Auxiliar o roupeiro no cuidado de uniformes sujos e
  6. Limpeza das chuteiras;
  7. Encher as bolas usadas nos treinamentos;
  8. Limpar o campo;
  9. Cuidar das garrafas de água;
  10. Servir comida no refeitório;
  11. Comprar presentes para os 60 membros da administração do clube;
  12. Vestir uma roupa de bailarina e andar pelo CT.

Quem também não acredita que multas resolvam é o técnico do Wolfsburg, Bruno Labbadia. Segundo ele, os atletas ganham muito dinheiro e não se importam em gastar ‘alguns dólares’ com penalidades. Por isso, ele também entrou no jogo de multas alternativas.

Em reportagem da Sport Bild sobre seus métodos disciplinares, Bruno declarou “Nós criamos um código de conduta com os jogadores, baseado em tratamento respeitoso. O uso de telefones celulares é proibido e, se alguém chegar atrasado, os colegas de equipe devem imediatamente pedir a penalidade a ser aplicada”, explicou Labbadia.

As punições variam desde lavar louça depois do almoço à distribuir equipamento de treinos aos companheiros de equipe. Os técnicos do RB Leipzig e do Wolfsburg podem escrever um novo capítulo para a disciplina esportiva.

  • COMPARTILHE
VEJA TAMBÉM

ENVIE SUA MENSAGEM

Peça sua música ou mande um recado para os locutores