AO VIVO:

Carregando

Carregando

Carregando

PF faz buscas contra incendiários que combinavam queimadas de florestas

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (22) a Operação 'Pacto de Fogo', que tem como objetivo coletar provas de que uma suposta associação criminosa de incendiários combinavam queimadas de florestas da Amazônia por aplicativos de mensagens.

Foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão em residências e estabelecimentos ligados aos suspeitos em Novo Progresso, no Pará, para alcançar 'novos elementos de informação sobre os crimes em apuração'.

As investigações da PF começaram após a revista Globo Rural revelar que fazendeiros e produtores rurais da região de Novo Progresso teriam combinado a execução do chamado ‘Dia do Fogo’.

Segundo a matéria, mais de 70 pessoas, entre sindicalistas, produtores rurais, comerciantes e grileiros combinaram, por meio de um grupo de WhatsApp, incendiar as margens da BR-63. A rodovia liga a região do Pará aos portos fluviais do Rio Tapajós e ao estado de Mato Grosso.

  • COMPARTILHE
VEJA TAMBÉM

ENVIE SUA MENSAGEM

Peça sua música ou mande um recado para os locutores