AO VIVO:

Carregando

Carregando

Carregando

Líder de barra brava do Boca Juniors é deportado ao chegar na Espanha

Os torcedores de Boca Juniors e River Plate aos poucos vão chegando na Espanha, onde acontencerá a grande final da Libertadores 2018, mas pelo menos dois deles voltarão mais cedo para a Argentina.

A Polícia Nacional espanhola divulgou nesta quinta-feira (06), que Maxi Mazzaro e outro torcedor do Boca foram detidos e serão deportados para a Argentina por falta de documentação necessária para entrar no país.

Conforme informou o Olé, Maxi é considerado o número 2 da barra brava, 'La 12', cujo número 1, Rafa di Zeo, viajará com autorização judicial para entrar em Madri.

No comunicado, a Polícia Nacional da Espanha classifica Mazzaro, um dos líderes dos Xeneizes, como um dos mais significativos e perigosos barra bravas, com antecedentes criminais numerosos.

Em entrevista ao jornal 'Marca', o diretor de Segurança em Espetáculos Futebolísticos do país, Guillermo Madero, afirmou que todos torcedores que tiverem antecedentes de homicído serão expulsos da Espanha.

'A polícia espanhola considerou que o barra brava Maximiliano Mazzaro é perigoso para a segurança e foi expulso; todo barra que viajar com antecedentes de homicídio será deportado pela Espanha', disse o diretor.

River Plate e Boca Juniors se enfrentam no próximo domingo (09), às 17h30, no estádio Santiago Bernabéu, em Madri, na Espanha.


  • COMPARTILHE
VEJA TAMBÉM

ENVIE SUA MENSAGEM

Peça sua música ou mande um recado para os locutores