Hiato do NX Zero segue a tendência criada há dez anos por Los Hermanos

A influência do grupo carioca Los Hermanos na cena musical brasileira pós-anos 2000 extrapola a questão sonora. Ao anunciar em abril de 2007 o que chamou de "recesso por tempo indeterminado", o quarteto inaugurou tendência que, dez anos depois, continua sendo seguida por bandas brasileiras. Há pouco tempo foi o grupo carioca O Rappa que anunciou pausa nas atividades. Agora é a vez do NX Zero.


Após 16 anos em cena, o grupo paulistano anunciou hiato no programa Altas horas exibido pela TV Globo na noite de sábado, 10 de junho de 2017. De acordo com o vocalista Di Ferrero, o NX Zero inicia em 2018 um "período sabático por tempo indeterminado". O anúncio surpreendeu porque foi feito às vésperas da gravação ao vivo de show do grupo, agendada para a próxima quarta-feira, 14 de junho, na casa Audio Club, em São Paulo (SP), cidade natal da banda formada em 2001.


O fato é que, antes do recesso do Los Hermanos, as bandas geralmente acabavam (por crise criativa ou por incompatibilidade dos gênios dos integrantes) e, depois, voltavam – não raro, por necessidade financeira. Desde então, todas entram em hiato. O que é mais cômodo.


O recesso por tempo indeterminado já abre caminho para uma volta sem a necessidade de que se forje justificativa para o retorno. No caso do NX Zero, o hiato pode ser a solução para um provável impasse criativo. O grupo já dera sinais de que vinha passando por uma crise desde 2014. Em tese, o "período sabático" daria mais tempo ao grupo para repensar a trajetória do NX Zero e sair da suposta crise, com a vantagem de que, de certa forma, o grupo continuará em cena. Afinal, o DVD que será gravado esta semana, com as novas músicas Nossa cidade e Sintonia no roteiro do show, será lançado às vésperas do hiato, mantendo o grupo no mercado com inédito produto fonográfico. Se o NX Zero vai de fato voltar, como assegurou Di Ferrero no programa de Serginho Groisman, apenas o tempo dirá.


(Crédito da imagem: NX Zero em foto de divulgação de César O'Valle)

Comentários

Faça Seu Pedido Músical

ou deixe seu recado

Peça sua música