Gadú grava, em São Paulo, voz em música de álbum de César Lacerda

Projetada em escala nacional em 2009, com consagrador primeiro álbum que enfileirou hits em rádios e novelas, Maria Gadú tem descartado fórmulas de sucesso em recentes discos e shows que sinalizaram movimentos intencionais para sair do mainstream e ir em direção à cena indie. Por isso mesmo, a participação da cantora, compositora e instrumentista paulistana no terceiro álbum de César Lacerda já soa perfeitamente natural, sem parecer golpe de marketing para promover o disco deste cantor, compositor e músico mineiro radicado atualmente na cidade de São Paulo (SP). Articulada por Marcus Preto, diretor artístico do disco gravado desde 1º de junho no estúdio da gravadora YB Music, a participação de Gadú aconteceu ontem, 8 de julho de 2017. A cantora pôs voz na música Quando alguém, composição de Lacerda.

Isso também vai passar, O homem nu, O marrom da sua cor (samba gravado com o toque do violão de Luiza Birna), Percebi seus olhos em mim e Por que você mora assim tão longe? são outras músicas inéditas assinadas somente por Lacerda no repertório formado por nove composições autorais e uma regravação de tema de lavra alheia. Já Por um segundo tem coautoria de Romulo Fróes, com quem Lacerda gravou e lançou no ano passado o álbum O meu nome é qualquer um (2016). Previsto para ser lançado em setembro, o terceiro álbum solo de César Lacerda tem produção assinada por Elisio Freitas.


(Créditos das imagens: Maria Gadú e César Lacerda no estúdio da gravadora YB Music em fotos de Marcus Preto)

Comentários

Faça Seu Pedido Músical

ou deixe seu recado

Peça sua música