AO VIVO:

Carregando

Carregando

Carregando

Delegado diz que incêndio em Alter do Chão foi provocado por ação humana



O distrito Alter do Chão, que fica às margens do Rio Tapajós, no Oeste do Pará investiga inquérito das causas do incêndio que começou no sábado (14), que consome a vegetação de savana na APA Alter do Chão, em Santarém. O local,conhecido como Caribe da Amazônia é uma das atrações mais procuradas pelos turistas que visitam a região.

Informações do G1, indicam que o delegado da Especializada em Conflitos Agrários, Fábio Amaral, trabalha com a possibilidade de ação humana, mas não intencional. “É preciso explicar que um incêndio criminoso pode ser doloso ou culposo. Até agora, não há nenhum indício de dolo nessa queimada, mas que pode sim ter sido causado por ação humana”, observou Fábio Amaral.

O delegado e equipe caminharam cerca de 6km dentro da área que foi atingida pela queimada, e os vestígios e indicam que houve presença humana no local. “Encontramos latas de carne em conserva, garrafas de bebida alcoólica, vestígio do que poderia ser uma fogueira. Todas as linhas de investigação serão mantidas, mas a gente está com uma linha mais fechada de incêndio com participação humana”, explicou.

Diferentemente do que circulou nas redes sociais, os galões encontrados em um galpão próximo à base, usada como apoio pelas equipes que estão trabalhando no combate à queimada, continham água, não gasolina.

o texto

  • COMPARTILHE
VEJA TAMBÉM

ENVIE SUA MENSAGEM

Peça sua música ou mande um recado para os locutores